quinta-feira, 18 de agosto de 2011

O POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgou em 2011 uma pesquisa feita entre 2003 e 2009 onde se constatou que em 2009 cerca de 14% das pessoas que se declaravam evangélicas no Brasil não tinham nenhum vinculo institucional-denominacional, esse numero era de apenas 4% em 2003. O BEPEC (Bureau de Pesquisa e Estatística) Cristã fez igual pesquisa e apontou 12,5% em 2010. A diferença de 1,5% ficou dentro da margem de erro. Esse percentual representa cerca de 4.000. 000 (quatro milhões de pessoas) que corresponde, por exemplo, a metade da membresia das Assembléias de Deus, maior denominação evangélica do Brasil, ou cerca de ¾ (três quartos) dos fieis da IURD, maior denominação neo-pentecostal brasileira. Os números são tão significativos que esse grupo já ganhou uma alcunha: os desigrejados. Vale salientar que a pesquisa não destacou os que se declaram membros de alguma igreja e freqüentam esporadicamente. Nos EUA esse grupo corresponde a quase 50% da membresia das igrejas, no Brasil, creio, não seria muito diferente.

Esse números alarmantes têm causas e algumas podem ser apontadas:



1.    A secularização aliada ao ativismo e individualismo que afetou também muita gente que freqüenta ou freqüentava comunidades religiosas.
2. O desencantamento com alguns movimentos, especialmente os neo pentecostais (ou pós pentecostais)
3.    A equiparação de todos os seguimentos evangélicos com esses pós pentecostais.
4.    Falta de diálogo com as diferentes parcelas da sociedade.
5.    Falta de identidade e adesão de algumas dessas igrejas tidas como mais sérias aos modelos atuais que geram crescimento exponencial, mas, igualmente ao descrédito por parte de pessoas esclarecidas.
6.    Falta de poder espiritual junto com pouco e rasa reflexão.

Algumas alternativas significantes começam a surgir no meio desse caos:

1.  Igrejas que conseguem aliar uma pregação e reflexão mais aprofundada com um profundo senso devocional, como as igrejas Grace Community Church (Igreja Comunidade da Graça - EUA) do Pastor John MacArthur Jr, Bethlehem Baptist Church (Igreja Batista de Belém - EUA) do Pastor John Piper ou a Primeira Igreja Presbiteriana de Vitória - IPB -  do Pastor Hernandes dias Lopes, entre outras.
2.  Igrejas com forte senso comunitário como os grupos chamados de igreja emergente, movimento não organizado ou engendrado estrategicamente, mas naturalmente, sendo supra denominacioal, como a Comunidade Presbiteriana Chácara da Primavera (Campinas – SP)
3. Igrejas com um intenso trabalho social, aliado pregação da palavra de Deus como a Igreja Congregacional Pernambucana com seu trabalho de missão integral.

Essas comunidade têm algo de significativo posto que seus fortes sejam características bíblicas de Igreja  (Atos 2: 42 Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos e à comunhão, ao partir do pão e às orações.); se combinadas, então, aconteceria o ideal.  Principalmente porque preserva o sentido de comunidade do povo de Deus, algo marcante em todo o novo testamento onde se mostra que Jesus além de salvar pessoas, indivíduos, veio também formar a grande comunidade universar e invisível, que se expressa visivelmente em comunidades locais. Aliás, a maioria das referencias bíblicas do termo igreja, trata exatamente dela em seu âmbito local, o próprio termo (do grego Ekklesia = Assembléia), fala de ajuntamento.  Se for levado em consideração que a Igreja é um composto, chamada, por exemplo de corpo formada por membros ou edifício formado por pedras, a conclusão que se chegará é da necessidade do crente ser e está ligado a uma igreja, uma comunidade local. 

(continua...)

Um comentário:

António Jesus Batalha disse...

Muito bom o seu blog, estive a percorre-lo li alguma coisa, porque espero voltar mais algumas vezes,
deu para perceber a sua dedicação em partilhar o seu saber.
Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante.
E se gostar e desejar comente.
Que Deus vos abençõe e guarde.
António.

Pesquisar este blog